Blog da Harpa

Solte suas Cravelhas

sexta-feira, 22. abril 2011 1:29 | Autor:

As cravelhas da harpa com o tempo vão ficando sempre muito duras pra girar, isso se dá por causa da força que a corda faz no sentido de enterrar cada vez mais a cravelha na madeira. Como nos bordões a pressão é maior, é nesta região que as cravelhas tendem a ficar mais duras chegando ao perigo de quebrarem. O buraco também pode se deformar sendo necessário trocar as cravelhas por outras maiores.

A solução de manutenção no entanto é fácil:

Solte um pouco a corda.

Force com o polegar da mão esquerda a cravelha (A) no sentido da seta  enquanto gira a chave de afinar nas duas direções.

Seu polegar só vai ter força pra mover a cravelha se esta estiver em movimento (por isso é preciso girar a chave para os dois lados para diminuir o atrito).

Quando a cravelha estiver solta, afine a corda normalmente, a própria pressão natural da corda já colocará a cravelha no lugar certo.

 

Uma dica muito importante: SEMPRE faça isso quando trocar uma corda. Aproveite este momento para soltar sua cravelha (sem a corda), o procedimento não é arriscado, pode-se fazer quantas vezes necessário e assim sua harpa estará sempre em forma.

Se você quiser, pode também retirar a cravelha para limpá-la, mas evite colocar o dedo na região do metal que fica dentro do buraco para não busuntá-lo de gordura.

Por Angélica Vianna.

Seja bem vindo a copiar ou compartilhar o conteúdo, mas, lembre-se de informar a autoria (dê créditos)

 

Categoria: Dicas | Comentários (2)

Curativo para bolhas ou machucados por Ray Pool

segunda-feira, 18. abril 2011 21:45 | Autor:

Pedi permissão ao harpista Ray Pool para postar aqui seu tutorial para fazer um eficiente curativo para nossas bolhas ou machucados.
Este tutorial se encontra na sua forma original no perfil de Facebook de Ray Pool.
O texto é uma tradução do original escrito por ele (mantenha o cursor sobre cada foto para ver o texto original em inglês), e as fotos são também de sua propriedade.

Vocês podem conhecer mais sobre a carreira deste artista no seu site oficial: http://www.raypool.com/

Curativo para bolhas ou machucados:

Aqui estou eu com uma simulação de bolha na ponta do quarto dedo da mão esquerda. Esta é uma situação muito angustiante para um harpista. Este é um método para formar um curativo com esparadrapo para (1) cobrir a região lesada (2) ter mobilidade para poder tocar. Aprendi isso com Lucile Lawrence que aprendeu com Carlos Salzedo. Os melhores votos de uma rápida recuperação a todos os que têm de recorrer a esta medida. ”

"Here I am with an imitation blister on the tip of the fourth finger of my left hand. This is a very upsetting situation to a harpist. This is a method for fashioning an adhesive tape bandage that will (1) cover the blister for protection and (2) bend while playing. I learned this from Lucile Lawrence who learned it from Carlos Salzedo. Best wishes for a speedy recovery to all who have to resort to this measure"

Você precisará de esparadrapo de aproximadamente  1,3 cm e um par de tesouras.  A fita que usei é impermeável mas isso não é necessário. Foi o que encontrei na drogaria hoje.

You need 1/2" adhesive tape and a small pair of scissors. This tape happens to be waterproof. That is not necessary. It was what I found at the drug store today.

Corte um pedaço da fita de aproximadamente 15 cm

Cut off a piece of tape about six inches long.

Divida a fita na metade por cerca de 10 centímetros de comprimento.

Split the tape in half about four inches up the length.

Cole o pedaço de 5 cm (que é a largura total) sobre a polpa do dedo com a divisão da fita ainda solta, direcionada ao início da unha.

Place the two-inch piece (which is full width) over the pad of the finger with the split in the tape positioned to meet the beginning of the finger nail once it is wrapped.

Puxe a metade esquerda da fita na diagonal para cima e sobre a unha do dedo, indo para o lado oposto do dedo.

Pull the left half of the tape diagonally up and over the finger nail, heading for the opposite side of the finger.

Cubra a fita da parte frontal do dedo em um ângulo diagonal para dar mais firmeza.

Secure that diagonal piece of tape over the base of the wider, solid piece of tape to anchor it.

Faça o mesmo com a segunda metade da fita.

Perform a similar up and over diagonal positioning of the second half of the tape.

Agora você tem um curativo que está preso por suas duas “caudas”, já que eles atravessam a parte superior da unha, através do dedo e voltam em torno do lado inferior.

Pode ser que você tenha que ajustar o comprimento da peça original e os comprimentos das duas tiras para o tamanho da sua mão. (Eu tenho uma muito grande!)

You now have a secure piece of adhesive tape that covers the blistered area and is held down by its two "tails" as they cross over the top of the fingernail, across the finger and back around to the under side.  You may have to adjust the length of the original piece and the lengths of the two strips to fit the proportion of your hand. (I've got a pretty big mit!)

A fita é flexível. Não será tão confortável. Você terá a impressão de estar usando luvas enquanto toca. Mas, pelo menos, você não sentirá tanta dor e evitará agravar a situação da bolha.

The tape is flexible. It won't feel great. You'll definitely feel like you're wearing a glove when you play. But, at least, you won't have pain from continual aggravation of the blistered area.

Tutorial feito pelo harpista Ray Pool.

Futuramente postarei mais links do seu trabalho, já que ele planeja fazer vários videos tutoriais sobre diversos assuntos relacionados a harpa.

Categoria: Convidados Especiais, Dicas | Comentários (5)

Palestra “Musicoterapia com Harpa em Hospitais” 2

terça-feira, 29. março 2011 21:09 | Autor:

Estou refazendo este tópico porque as datas do cartaz divulgado foram alteradas.

Espero que todos os interessados em Belo Horizonte tenham notado as mudanças e possam se reprogramar a tempo.

Clique no Cartaz para vê-lo em um tamanho maior.

Dias 7 e 8 de Abril

Dias 9 e 10 de Abril

Dia 10 de abril

Dias 8, 9 e 10 de abril

 

Quem estiver em São Paulo também terá a oportunidade de presenciar a palestra de Christina Tourin, veja o cartaz abaixo:

Dia 12 de Abril em São Paulo

Dia 12 de Abril em São Paulo

Ajude você também na divulgação deste evento

 

Categoria: Diversos | Comentário (0)

Palestra “Musicoterapia com Harpa em Hospitais”

terça-feira, 22. março 2011 21:46 | Autor:

A harpista e musicoterapeuta Christina Tourin virá ao Brasil ministrar palestras. Estou publicando aqui o flyer com todas as informações sobre as palestras.

É uma grande oportunidade de conhecer de perto esse trabalho que vem conquistando novos espaços e realizando grandes descobertas. Vale programar uma viagem caso você não more na região.

Qualquer dúvida por favor entre em contato com Claudia em claudiabm@gmail.com

Clique na imagem para vê-la no tamanho normal

Dias 9 e 10 de abril

Ajude na divulgação.

Categoria: Diversos, Festivais | Comentário (0)

Partituras nos Tablets

quarta-feira, 16. março 2011 2:08 | Autor:

Gosto muito de acompanhar a tecnologia e com ela imaginar as melhorias e ganhos que podemos ter profissionalmente.

Os tablets novos no mercado me chamam atenção pela praticidade e mobilidade que eles tem. Hoje já existe uma forma de ler partituras pelos Tablets que acredito ser muito promissora.

Vantagens:

  1. Ter com você todas as suas partituras em um aparelho que pesa menos do que 700 gramas e cabe perfeitamente na sua estante.
  2. A tela é iluminada, portanto não tem dificuldades de leitura se o ambiente for escuro, aliás a tela iluminada ajuda a visualização a ficar mais clara, facilitando a leitura.
  3. Passar páginas é fácil e rápido, inclusive já existe a possibilidade de trocar paginas através de pedais sem cabos e via Bluetooth veja em: http://airturn.com/. Nós harpistas tiraríamos de letra.
  4. Trabalhos externos não terão problemas com partituras voando com o vento.
  5. Você pode organizar suas músicas por ordem alfabética e achar tudo o que precisa rapidamente através do search.
  6. O tamanho das notas no ipad é perfeito para leitura, não é pequeno como podemos supor.
  7. Nos Tablets você pode ter afinador eletrônico, metrônomo e até medidor de decibéis.
  8. Troca de partituras via Bluetooth com os colegas (no Ipad só se o tio Jobs um dia permitir)

Encontrar músicas na net será muito mais rápido do que aguardar semanas para receber a partitura em casa. Veja este site de partituras já prontas para ipad sheet music

Desvantagens:

  1. Apenas uma página por vez.
  2. A bateria pode acabar, mas quanto a isso basta levar o cabo de energia com você por medida de segurança
  3. Algumas crianças podem querer brincar com o seu Tablet enquanto você está no intervalo, aliás, você mesmo pode querer brincar com ele.
  4. Você terá um pouco de trabalho até transformar toda a sua biblioteca em arquivos para Tablet, as partituras prontas ainda são raras. Ler em pdf no tablet é possível mas não é a melhor experiência.

Veja vídeo no Youtube para ter uma idéia:

httpv://www.youtube.com/watch?v=lR5uFHywOMk&feature=related

 

Novas formas irão surgir e tenho certeza que em pouco tempo poderemos usar dois tablets em conjunto para ler duas paginas ao mesmo tempo e as orquestras estarão utilizando estantes de tablets (as próprias estantes poderiam ser o monitor) via rede, quais seriam as vantagens?

  • Seria muito mais fácil para a administração enviar a partitura ao músico, apenas sincronizando todos os tablets/estantes.
  • O espala poderia colocar suas marcações e estas seriam automaticamente adicionadas a todas as estantes
  • Apenas um comando para a virada de página de todas as estantes do mesmo naipe.
  • Correções das partituras seriam facilmente efetuadas pelo maestro diretamente do seu monitor fonte.

Será que viveremos para ver isso? Alguém quer dar outras sugestões de uso? só comentar o post.

Categoria: Artigos | Comentários (14)

Uma legítima harpa Cromática Pleyel sem pedais

sábado, 20. novembro 2010 20:11 | Autor:

Muito legal, nunca tinha visto uma em ação, pra quem não conhece, as Harpas Cromáticas de Pleyel foram instrumentos muito difundidos na Bélgica e Paris no final do século XIX e inicinho do seculo XX. Debussy escreveu suas Dansas Sacras e Profanas comissionado para este intrumento.  No entanto, a complexidade da extrutura do instrumento pra suportar a tensão das 74 cordas não permitia que o instrumento produzisse som forte o suficiente para competir com a harpa de pedais, além de serem instrumentos muito pesados. Também não produziam glissandos enarmonizados (em vários tons) característica principal da harpa de pedais que nenhum outro instrumento acústico consegue fazer.
A única vantagem do instrumento era a facilidade em se modular e tocar cromatismos rápidos porque todas as notas da escala estavam lá sem necessidade de uso de 7 pedais como as harpas de hoje.

Este tipo de harpa caiu em desuso, mas por longos anos ainda era obrigatório no Conservatório de Paris. Hoje me parece que ainda existe o curso no Conservatório de Bruxelas, mas apenas com instrumentos bem antigos.

A harpa Cromática de Pleyel não tinha pedais (apenas um para o abafador).  Todas as notas da escala são dispostas em duas carreiras de cordas que se cruzam ao centro do instrumento.

A carreira diatonica é a que vai da esquerda da caixa de som até a direita do pescoço (correspondem as notas brancas do piano) e a carreira que vai da direita da caixa de som até a esquerda do pescoço são as cordas pretas (correspondem as notas pretas do piano).

Procurem por mais videos no Youtube, tem outros bem interessantes com músicas cromáticas que ficaríamos doidos se tentássemos tocar numa harpa moderna de pedal.

Categoria: Artigos | Comentários (2)

Saldão de cordas Vanderbild

quarta-feira, 3. novembro 2010 3:24 | Autor:

image

Categoria: Comunicados | Comentários (23)

Harpa celta à venda em Curitiba

domingo, 24. outubro 2010 21:23 | Autor:

Estou repassando o email que o harpista Hélio Leite enviou de venda da sua harpa. (autorizado)

“Caros colegas;
estou vendendo minha hp céltica Timothy Storm King 40 cordas(2007),incluindo 2 chaves/afin, 2 encordoamentos sobressalentes completos,kit ferramentas Camac p regulagem,estojo em nylon e hard case anti-mofo p viagens aéreas.Há um ano ela teve uma rachadura de 3 cm na lateral na casa de uma aluna;o corte foi restaurado pelo luthier Leandro Mombach com fibra de vidro e taquinhos internos p reforço segundo orientação do fabricante,não se vê externamente,de forma que é impossível mostrar por foto.Não é a razão por estar vendendo,o som continua o mesmo,muito bonito e doce e todas as características originais mas sim pq estou com 3 hps em casa,o que é demais,não sou manobrista de hp e nem dono de fabrica de cordas.Por causa do ocorrido,óbviamente terei q vender por bem menos do que paguei,cerca de 16 mil reais há 3 anos e agora faço por 8.500,nem um realzinho a menos.Dúvidas,escrevam ou venham a Curitiba tocar nela.
Hélio Leite
harpista/Orquestra Sinfônica do PR
harpista/Orquestra Câmara da PUC-PR
http://www.artedaharpa.com.br

A foto acima é do mesmo modelo mas foi retirada da internet, para ver a foto real da harpa visite o site de Hélio Leite: http://www.artedaharpa.com.br

Quem se interessar  por favor entrar em contato direto com ele nos endereços de contato postados no seu site:

http://www.artedaharpa.com.br


Categoria: Classificados | Comentários (22)

Youtube Symphony Orchestra 2011

domingo, 17. outubro 2010 18:03 | Autor:

Quer tocar com a Youtube Symphony Orchestra em Sydney em 2011?

Qualquer músico pode participar, basta estudar muito o programa da prova, gravar em vídeo e enviar para o youtube até dia 28 de Novembro de 2010.

Neste ano serão duas categorias (1 vídeo para cada categoria):

Audição para tocar na Orquestra e (ou) Improvisação solo

Programa para a audição da Orquestra:
  • Handel Concerto in B Flat Op. 4 No. 6 (1st movement, no repeats)
  • Tchaikovsky Swan Lake (Cadenza)
  • Verdi Overture to La Forza del Destino (First Harp part, G to H)

Assista o vídeo Master-Class da harpista Karen Vaughan – 1° harpista da London Symphony Orchestra, com dicas sobre o programa.

Prova de Improvisação:

Vídeo com as instruções e a música que deverá ser feito vídeo de  improvisação.

Clique aqui para ir ao site da Youtube Symphony Orchestra 2011 e saber de mais detalhes

Por Angélica Vianna

Categoria: Concursos | Comentário (0)

Novos ares para o Theatro Municipal de São Paulo

sábado, 2. outubro 2010 15:52 | Autor:

Alex Klein assume regência da OSM

O gaúcho Alex Klein, 46, é o novo regente da Orquestra Sinfônica Municipal. Sua nomeação põe fim à crise na orquestra, cujos músicos, no final de maio passado, pediram a saída do maestro Rodrigo de Carvalho, 36.  Klein era o primeiro nome de uma lista tríplice enviada pelos integrantes da OSM ao secretário municipal de cultura, Carlos Augusto Calil, e que incluía ainda Carlos Moreno e Luiz Fernando Malheiro. Abel Rocha também foi cogitado para o cargo.

Diretor musical do festival Oferenda Musical, em São Paulo, e do Festival de Música de Santa Catarina, em Jaraguá do Sul, Klein obteve destaque inicial com seu instrumento, o oboé.

Jefferson Collacico/Divulgação

Não seria exagero qualificá-lo como principal oboísta brasileiro de todos os tempos. Sua gravação do concerto de Strauss (1864-1949), regida por Daniel Barenboim, valeu-lhe um Grammy.

Ele ocupou a prestigiosa posição de primeiro oboé da Sinfônica de Chicago entre 1995 e 2004, quando um problema neurológico raro, a distonia focal, obrigou-o a mudar o rumo de sua carreira e se concentrar na regência.

“Os planos [para a OSM] seguem os princípios de tudo o que eu tenho feito no Brasil: alto nível artístico, unir o nacional ao internacional, ênfase social, eficiência orçamentária, muito peso e capacidade na administração e um ambiente onde todas as pessoas razoáveis sentem que todos ganham”, diz.

A OSM é a orquestra do Teatro Municipal de São Paulo, que, fechado para reformas, deve reabrir apenas em 2011 –no ano do centenário da casa.

Fonte da Folha: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/807894-principal-oboista-brasileiro-klein-assume-regencia-da-osm.shtml

Categoria: Comunicados | Comentário (1)